Demolay Vazante

Reconstituição pode reforçar a participação de suspeitos na morte de Rosemar Lopes

Enviada em 26/03/2014

O delegado Dr. André Luiz e peritos da cidade de Paracatu realizam na manhã desta quarta-feira, 26, a reconstituição do assassinato do comerciante Rosemar Lopes de Lima, de 46 anos, morto no dia 9 de março no interior de seu bar, localizado na Rua Guarda-Mor, próximo a rodoviária.

Algumas contradições e pormenores envolvendo o caso estão dificultando a identificação do autor do golpe que culminou com a morte da vítima, razão pela qual o delegado solicitou a reconstituição do assassinato, fato inédito na história policial de Vazante.

Dênis Junior dos Santos está preso, suspeito de assassinar o comerciante. Já a amásia Maria de Lourdes Reis de Oliveira que também é suspeita, aguarda a conclusão do inquérito em liberdade. Ela foi liberada pela justiça por comprovar residência própria e não ter antecedentes criminais. Ambos continuam negando a autoria do crime.

A reconstituição que começou por volta das 9h15, terminou as 12h25, quando os suspeitos, simularam exatamente tudo o que aconteceu no próprio local do crime.

De acordo com o delegado Dr. André Luiz que falou ao repórter Anderson Franque da Rádio Montanheza, o inquérito deve ser concluído nas próximas semanas. Por se tratar de um crime hediondo, deve ser finalizado em no máximo 30 dias.

Fonte: Rádio Montanheza

Mais Notícias

*Dia: 23 à 27/10/2017 - Inscrição de chapas para concorrer as eleições, de 08:00 as 11:00 H - sede do COSEPUV. *Dia: 03/11/2017 - Assembléia Geral - as 08:00 H, sede COSEPUV.
Todos os direitos reservados © Copyright 2011-2013
"Conselho Comunitario de Segurança Publica de Vazante - MG - 34 3813-3821